Visto como um mercado que ficava em segundo plano, hoje o setor de restauração é a solução para muitos

 

Aumento de desemprego, inflação, instabilidade e insegurança. Este é o cenário atual na vida de grande parte dos brasileiros. Diante desta inconstância econômica, as pessoas estão deixando de investir em novos bens e reparando os que já possuem, o que torna, na maioria das vezes, esta ação mais vantajosa. E neste contexto, quem sai ganhando são os empresários do setor de reparos.

O engenheiro mecânico Moisés Gomes, proprietário da oficina de reparos automotivos Garagem de Ouro e da escola do mesmo segmento, Maxim Treinamentos, aposta no setor e, além de oferecer o serviço, capacita as pessoas para tal. “A procura por cursos técnicos está acompanhando a crise, pois, com receio do desemprego, as pessoas investem no plano B. Aquela vontade de abrir o próprio negócio ganha um gás com as dificuldades que aparecem. Além, também, de levarem em conta que o mercado de consertos é um dos que mais crescem atualmente”.

Diante desta crise que se instaurou, parte do setor automobilístico sofreu. Segundo dados divulgados pela Associação de Concessionárias Fenabrave, os emplacamentos fecharam o 1º bimestre de 2016 com queda de 31,3% se comparado ao mesmo período do ano passado. Devido a isto, algumas montadoras até concederam férias coletivas para alguns de seus funcionários com o intuito de ajustar a linha de produção à demanda de mercado.

Em contrapartida, o setor de oficinas mecânicas ou profissionais autônomos desta área perceberam um aumento na procura pelos serviços. “Quem possui um automóvel percebeu que vale mais a pena fazer uma revisão e reparos, do que trocar de veículo. Até porque o mercado de vendas esfriou muito no final do último ano e início de 2016”, diz Moisés. O profissional ainda ressalta que, atualmente, existem várias técnicas para realizar serviços de reparos e que sua eficácia é cada vez maior.

Apesar de quase todos os setores estarem sofrendo de alguma maneira, claro, com intensidades distintas, alguns empreendimentos estão conseguindo escapar dos respingos da crise. Os prestadores de serviços de reparos - autônomos ou não – e as escolas de cursos técnicos, são alguns exemplos dos poucos negócios que mantém maior estabilidade, obtendo lucros e crescendo gradualmente. “Consertar e investir em conhecimento são duas boas oportunidades de tirar proveito diante da crise, pois criam autonomia e agregam valor”.

“Vejo através dos alunos uma enorme vontade de não deixar se abater perante a instabilidade. Muitos perdem seu emprego e, por não conseguirem uma oportunidade no mercado, veem nos cursos técnicos uma saída para tomar as rédeas da vida profissional”, finaliza o empresário. O aposentado Geraldo Nazário sempre teve vontade de trabalhar por conta própria. “Depois de 30 anos trabalhando como supervisor de produção em mineradoras, resolvi fazer cursos voltados para a área automotiva, que sempre gostei. Apesar deste momento de crise, o retorno está sendo satisfatório”. Considerando que a instabilidade não tem data prevista para chegar ao fim, o setor de reparação vem se tornando uma boa alternativa para driblar a crise.

 

A Maxim Treinamentos

Há cerca de 8 anos, a Maxim Treinamentos oferece cursos técnicos direcionados à estética automotiva como martelinho de ouro, espelhamento de pintura, polimento técnico, revitalização de faróis e micro pintura e tira riscos. “Não somos somente uma escola de serviços de funilaria e pintura, o nosso DNA é formar alunos que entrem no mercado imediatamente. Para isso oferecemos um pacote completo que inclui, inclusive, programas de estágio e certificado de conclusão”, afirma Moisés, proprietário da empresa.

Com carga horária máxima de 80h por curso, a Maxim oferece toda uma infraestrutura durante e após os cursos, como ferramentas e site para o recém-formado, além de consultas para tirar dúvidas durante a carreira. “Além de ensinar aos alunos todos os processos de forma prática e minuciosa, trabalhamos com palestras motivacionais para estimular e ajudar na administração da nova profissão. Comunicação, planejamento, gerenciamento de tempo, inovação e imagem estão entre os pilares para uma carreira bem-sucedida. E é isso que oferecemos na Maxim”, afirma o empresário.

 

Serviço

Maxim Treinamentos

Av. José Cândido da Silveira, 2936A - Santa Inês

Belo Horizonte – MG

(31) 3532-1313 / (31) 9648-2125

www.cursomartelinhodeouroembh.com.br

Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.