Estão abertas as inscrições para o 11º Curso Tópicos em Epilepsia, que acontece nos dias 15, 16 e 17 de maio, promovido pelo Programa de extensão Agere/UFMG (Grupos de Ações educativas relacionadas à Epilepsia) e pela Liga Acadêmica de Epilepsia (LAE). Podem participar estudantes de todos os cursos de graduação e o público em geral. O evento acontece na Faculdade de Medicina da UFMG, no campus Saúde, que fica na Av. Alfredo Balena, 190. Haverá emissão de certificado.

As inscrições custam R$ 30,00 e podem ser feitas no Simpla, até o dia 14 de maio. Participar do curso é pré-requisito para a seleção de novos membros da LAE.

Segundo os organizadores, o impacto educacional e social do curso é enorme, na medida em que a capacitação pode exercer efeito multiplicador junto à sociedade, uma vez que eles passam a contar com informações corretas sobre a epilepsia. Essa abordagem também pode contribuir para a redução de preconceitos, das práticas estigmatizantes e para a melhoria da qualidade de vida de um número significativo de pessoas com epilepsia.

"Além disso, contribui para a formação dos futuros profissionais da área da saúde, potencializando o cuidado consciente dos pacientes com epilepsia nas unidades básicas de saúde, o que é preconizado pela Organização Mundial de Saúde", afirma Juliana Carvalho Tavares, coordenadora do Programa Agere e professora do Departamento de Fisiologia e Biofísica do Instituto de Ciências Biológicas da UFMG.

"Embora a epilepsia acometa de 1 a 2% da população, é ainda uma doença cercada de estigmas, preconceitos e desinformação decorrentes de abalos no núcleo familiar desinformado e despreparado para lidar com a situação, complicações na escola (professores e alunos desinformados), dificuldade para conseguir emprego, demissões devido ao preconceito relacionado com as crises convulsivas, dentre outros problemas. Apesar das dificuldades encontradas pelos atingidos pela doença, inexiste no país políticas públicas para atender de forma adequada o grande contingente de pessoas com epilepsia", destaca.

Sobre o evento

O curso abrangerá os aspectos básicos e clínicos da epilepsia, através de palestras ministradas por pesquisadores e profissionais que trabalham com epilepsia. Dentre os temas a serem abordados vale destacar a epilepsia na mulher, epilepsia na infância e desafios para o diagnóstico da epilepsia.

Programação

Dia 15/05 - 18h às 22h
- Classificação das epilepsias
- Neurofisiologia básica das crises epiléticas
- Abordagem das crises epiléticas na urgência médica
- Tema livre

Dia 16/05 - 18h às 21h10
- Desafios diagnósticos da Epilepsia
- Epilepsia na mulher
- Epilepsia na infância
- Tema livre

Dia 17/05 - 18h às 21h10
- Comorbidades psiquiátricas na epilepsia
- Neurocirurgia no tratamento da epilepsia
- Farmacologia das epilepsias

Digite seu e-mail:

Entregue por Grupo BEZ