Especialistas em administração, reestruturação e gestão financeira entregam informações valiosas para que líderes promovam uma verdadeira mudança de cultura nas operações

Partindo dos pontos que margens confortáveis podem esconder ineficiências e que tradicionalmente os orçamentos das empresas carregam modelos e estratégias não atuais, as especialistas em reestruturação e gestão financeira Ana Paula Tozzi e Jéssica Costa escreveram o livro “Revolução Orçamentária – A Evolução do Orçamento Base Zero (OBZ)”. O título, que sai pela Trevisan Editora, apresenta métodos para que as organizações não insistam em um problema recorrente: apenas ajustar os erros passados, levando-os para o ano seguinte.

As empresas costumam crescer com ajustes nas bases dos valores anteriores. Novos produtos, novas plantas industriais, novos canais de distribuição, por exemplo, tendem a aumentar o orçamento, sem necessariamente a revisão dos gastos que já não fazem mais sentido. Por outro lado, quando é preciso reduzir custos, define-se uma meta linear de “X%” e cada gestor tem o desafio de alcançar este ajuste. “É um caminho mais trabalhoso, mais demorado e menos assertivo’, declara a administradora Ana Paula Tozzi.

Um orçamento que não traduz, de fato, os planos da empresa pode trazer sérias consequências de curto, médio e longo prazo. “De partida, o resultado previsto não será correspondente ao obtido. Fora isso, a falta de agilidade para uma tomada de decisão correta e, também, falta de competitividade”, completa Ana Paula.

O livro concentra a expertise, os estudos e as observações de mercado das duas especialistas em métodos que ensinam as empresas a não apenas ajustarem erros passados. “A ideia é convidar e dar ferramentas para que a empresa mude a forma como elabora o orçamento, tirando-a da zona de confronto, com metas não lineares e alinhadas a estratégias. É a busca da eficiência operacional com revisão de processos”, comenta a também administradora Jéssica Costa.

Para que isso aconteça, entretanto, é preciso ter apoio e envolvimento da liderança da organização, já que um projeto de revolução orçamentária mexe com todas as bases. “Antes de tudo, é preciso avaliar se a empresa está pronta para uma transformação cultural, se o alinhamento estratégico está claro e se haverá disposição e disciplina para execução do planejamento, conferência e acompanhamento das métricas. Do contrário, não aconselhamos o início”, finaliza Jéssica.

O livro “Revolução Orçamentária – A Evolução do Orçamento Base Zero (OBZ) será lançado no dia 24 de abril, na Livraria Cultura do Shopping Iguatemi. As autoras estarão à disposição para conversar com jornalistas e interessados no tema.

Serviço

Data: 24 de abril, 2017

Horário: Das 18h30 às 21h30

Local: Livraria Cultura – Shopping Iguatemi – Piso Superior da Loja

Endereço: Avenida Brigadeiro Faria Lima, 2.232

Piso 3 – São Paulo – SP

Sobre as autoras:

Ana Paula Tozzi: Formada em Administração de Empresas pela FEA-USP, com MBA Executivo Internacional pela Fundação Instituto de Administração FIA-USP. Tem ampla experiência no setor de varejo com foco em estratégia, redesenho de processos, reestruturação de empresas, gestão financeira, seleção de soluções em tecnologia e projetos de gestão.

Jéssica Costa: Administradora de empresas com pós-graduação em Análise de Sistemas e extensão em Tecnologia da Informação e Gestão de Projetos. Grande experiência em diagnóstico empresarial, identificação e implantação de oportunidades de melhoria, reestruturação e projetos de orçamento base zero.