Grupo formado por sete homens havia articulado diversos roubos; um supermercado, uma agência dos Correios e um posto de gasolina estão entre os locais

quadrilha Betim 04 05 2018

Grupo tinha passagens pela polícia e iniciou ações criminosas em janeiro deste ano(foto: Divulgação/Polícia Civil)

Nesta quinta-feira, um grupo especializado em roubos foi detido pela Polícia Civil de Minas Gerais (PCMG). A quadrilha já havia realizado ações contra um supermercado, uma agência dos Correios, um posto de gasolina e diversos outros estabelecimentos. A investigação durava quatro meses, de acordo com a PCMG.

Durante as prisões, os policiais civis apreenderam duas submetralhadoras, pistolas de uso restrito cal. 9, dois revólveres cal. 38 e cinco blusas com os dizeres"Polícia Civil”.  
Em 25 de janeiro, a quadrilha roubou uma unidade dos Correios. A ação deu início às investigações das autoridades. Dias depois, em 3 de fevereiro, o mesmo grupo armado invadiu um supermercardo no Bairro Citrolândia e rendeu seguranças do estabelecimento.
 
No total, de acordo com a PCMG, a organização cometeu seis crimes na Região Metropolitana. O Delegado Roberto Veran, responsável pelas investigações, destacou que a ação vem trazer uma resposta à sociedade. “De forma ousada e com emprego de muita violência contra as vítimas, o bando criminoso literalmente aterrorizou o município de Betim e, agora, todos os sete suspeitos foram identificados e presos”.
Os investigados foram indiciados por três crimes: roubo majorado pelo emprego de arma de fogo (o fato aumenta ainda mais uma possível pena), concurso de pessoas e por constituir organização criminosa. O veículo usado durante as ações criminosas também era produto de roubo.
grupo era formado por Marlon Pereira da Silva, André Lúcio Gomes, Wilian Ferreira de Souza, Renan Augusto Amaral Fonseca, Hélio Rodrigues da Silva, Rafael Fernandes de Souza e Jorge Rosemberg Rodrigues Saraiva. Todos eles têm passagens pela polícia por diversos crimes, como tráfico de drogas, tentativa de homicídio, associação criminosa e porte ilegal de arma de fogo.


Uai

Digite seu e-mail:

Entregue por Grupo BEZ