Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa
 

*Sineimar Reis

Começo mais um texto e deixo claro, não sou formador de opinião, disponho aqui sobre minha visão aos fatos e espero que o leitor respeite o espaço e, que não seja alienado, desejo que este artigo possa levar um conhecimento sobre a mídia para que consigam perceber uma opinião diferente de forma crítica ou concreta!

Hoje vi uma reportagem do editorial Globo, que informa o seguinte: "Brasil tem 1.328 mortes e 23.430 casos confirmados de Covid-19, Segundo o Ministério da Saúde". Na coletiva do governo com as informações sobre o coronavírus no país, participaram os ministros Sérgio Moro e Damares Alves.

Bom, eu fico pensando, a GLOBO no momento está fritando a ala "Direitista" e chama para sua coletiva Sérgio Moro e se não bastasse aceita a ministra Damates Alves,

uma pastora evangélica, e atual ministra da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos do atual governo. Por aí vai, está tudo atrapalhado, tudo errado nesse Brasil! Um ministro da justiça, uma ministra da mulher dando entrevista sobre a saúde é de arrepiar.

Vejo muitos no momento, duvidando das informações cedidas pela emissora, afirmando que a mesma desinforma sobre a pandemia, vejo muitos afirmando que não existe mortes sobre a nova doença e que ela é uma farsa. Em minha mente martela, quando a Globo estava informando sobre o Triplex no Guarujá ou o sítio em Atibaia ela era boa, aí ela fazia jornalismo sério e de qualidade? Ah, quanta ignorância! A Globo é só a mensageira, entendam!

Essa confusão envolvendo a mídia e os que agora estão contra ela era de se esperar, pois foi a Globo quem ajudou a criar estes ignorantes que mataram as aulas de Biologia, Química, História, Física e Matemática e acham que podem questionar a ciência com opiniões, achismo!

Atualmente a emissora está colhendo os frutos que plantou e agora leva mensagens verdadeiras do Governo e do Ministério da Saúde, que por sua vez a direita raivosa representada por uma massa de ignorantes que foi criada por ela. Apoiadores de um "camarada" que não foi bom em nada que fez até agora, péssimo militar e parlamentar. Agora acha que é médico e arrasta a boiada.

A Globo é um ovo deixado pela Ditadura Militar, eu não apoio a Globo, estou apenas citando que: Os bolsominions só aceitam o que os convém. Lembro bem quando era, Mensalão, Sítio em Atibaia, Pedaladas Fiscais da Dilma, Julgamento do Lula, aí sim, era boa né? Mas quando surgiram denúncias do caso Queiroz, Chocolates Milionários, Milícias, Juiz de Garantia, Demissão de coordenador da Lava Jato, Limitação na Delação Premiada, Fim de prisão em segunda Instância, aí a Globo é lixo? Devia colocar aqui também sobre como era o esquema de não ter político de estimação, mas acho que já dar para entender. Caro leitor a Globo é mensageira, ela repassa o que mais lhe interessa.

Muitos não sabem, mas a rede Globo namora o PSDB há anos, o sonho dela é que eles cheguem ao poder. O plano B da emissora é continuar fazendo os Petistas e os Bolsonaristas perderem popularidade chegando nas próximas eleições que acontecem em breve em outubro de 2020 fazendo merchandising para aumentar a bancada PSDbista e ainda em ambiente democrático, com excelentes expectativas neoliberais. Assim fortalecendo um "timing" para lançar o queridinho tucano João Dória em 2022. Ela é o quarto 4° poder no Brasil, muitas das vezes a emissora consegue o que quer, ela tem poder pra isso, aliás a emissora cresceu com apoio da Ditadura Militar e foi fortemente utilizada pelo governo dos generais para alcançar a integração nacional, e ela se valeu desse poder para se desenvolver. Aliada estratégica, a Rede Globo desempenharia um papel fundamental na consolidação do regime no Brasil. Entre 1965 e 1982, o grupo de Roberto Marinho passou de detentor de uma única concessão de televisão, no Rio de Janeiro, à condição de quarta maior rede de TV do mundo. Isso foi possível com a ajuda do governo militar, que fez vista grossa à entrada de capital estrangeiro na empresa, o que era proibido por lei. O acordo com o grupo Time Life possibilitou uma ajuda financeira importante para a criação do modelo Globo de programação e a definição da estética televisiva do país. Indico a vocês o filme para ver no YouTube cujo nome é "Muito além do Cidadão Kane".

Ressalto mais uma vez, que a emissora é mensageira, vale da interpretação de cada um saber pesquisar sobre as noticias, pois não adianta ficar contra ela agora porque, no momento a emissora frita o atual presidente, pois no governo Dilma a Rede Globo deu crédito as muitas das faixas carregadas na avenida Paulista, nas manifestações do dia 15 de março, se devem à es­sa partidarização da mídia brasi­leira. Sem as amarras da legislação que regem os partidos políticos, a mídia se sentiu livre para criminali­zar a política, de modo geral, e, es­pecificamente, destilar seu ódio de classe contra o partido que venceu as últimas quatro eleições presiden­ciais, o PT.

Vale lembrar que em 2013, o Grupo Globo reconheceu e desculpou-se publicamente, através de um editorial publicado no jornal O Globo e que também foi lido por William Bonner durante o Jornal Nacional, (procure no YouTube) por terem apoiado a ditadura militar instaurada no país depois do golpe militar de 1964.

Sempre afirmei, não apoio a Globo, que ela se lasque com o atual governo que ajudou a criar, através da revolta de Aécio Neves, pena que o Bolsonarismo não sabe enxergar isso, pois são de níveis bem baixo em conhecimento. Entendo que a Globo muitas das vezes é uma vergonha para o país, e cada vez mais es­cancarada, a forma como a mídia par­tidariza o seu jornalismo.

Agora a saída da Globo, neste momento, observando o movimento dos políticos na Record, está custando caro.

Espero que entendam como funciona o 4° poder. Cabe a cada um saber interpretar e pesquisar os fatos, a mídia faz seu papel, papel este de mensageira. Durante a atual crise da pandemia, a informação levada à audiência tem o poder de salvar vidas. Nesse sentido, a decisão do governo de considerar a imprensa como atividade essencial simboliza a relevância do jornalismo. Cabe ao profissional da imprensa coletar, apurar e editar a notícia, tendo como norte o interesse público. Mas essa missão tem sido ofuscada pelas notícias falsas, que sempre existiram, mas foram potencializadas pelas novas mídias e ganharam na última década o nome de “fake news”. Então basta ter uma mente sórdida e negativa para combater o que é mentira e o que é verdade, existem livros, sites e fontes de total confiança. Pois fica claro que, quando a pandemia passar, o jornalismo poderá sair valorizado ou enfraquecido, não só por causa de seus acertos, mas também pelas falhas.

 

Abraços, Sineimar Reis!!!

 


Copyright © 2019 Tribuna de Betim - Notícias. Todos os direitos reservados.
Grupo BEZ Tecnologia e Soluções. Betim - MG - Brasil