Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa
 

A Secretaria Municipal de Saúde promove a partir desta quarta-feira, 8, o mutirão para realizar as cirurgias de catarata em pacientes que aguardam pelo procedimento no Sistema Único de Saúde de Betim (SUS-Betim). A expectativa da secretaria é realizar 60 cirurgias por dia durante o mutirão, que deve durar cerca de dois meses. Elas serão realizadas no quinto andar do Hospital Público Regional de Betim e gerenciadas pelo Hospital Evangélico.

A Diretoria de Regulação está entrando em contato com os pacientes para agendar a avaliação oftalmológica e, quando há indicação para cirurgia, os pacientes recebem o agendamento no ato da avaliação. Todos os pacientes da fila de espera serão avaliados ainda neste mês e o mutirão deve ser finalizado no final de dezembro. Porém, as avaliações serão mantidas para não gerar uma nova fila de espera.

“Atualmente, são cerca de 1500 pessoas na fila de espera”, explica a diretora de Regulação, Juliane Camargos. “Nosso objetivo é zerar esta fila, promovendo o acesso necessário ao cidadão que aguarda há anos para ter uma resolução de sua saúde visual. É emocionante ver pessoas que não enxergavam recuperarem a visão em um procedimento de cerca de cinco minutos”, completa.

É importante que os pacientes que tenham dúvidas ou que não tenham sido comunicados sobre a data da cirurgia, procurem a Unidade Básica de Saúde de referência ou a Diretoria de Regulação.

Linha de Cuidado Oftalmológico

Desde 30 de outubro, as linhas de cuidado oftalmológico e da nefrologia da rede de saúde pública de Betim passaram a ser gerenciadas pelo Hospital Evangélico. A instituição, contratada pela prefeitura, por meio de licitação, está ampliando e melhorando os serviços prestados aos usuários. O número de procedimentos oftalmológicos será ampliado de 117 para 148. A meta é dobrar o número de procedimentos cirúrgicos, passando de 250 para 500 por mês quando houver demanda.

Na linha de cuidados oftalmológicos, os atendimentos ambulatoriais serão realizados no Centro de Especialidades Divino Ferreira Braga, que passou por uma reforma e, agora, conta com uma clínica oftalmológica. As cirurgias continuam a ser realizadas no quinto andar do Hospital Público Regional de Betim (HPRB).

Em novembro estão sendo realizados os atendimentos mais urgentes, de pacientes com catarata e glaucoma. Já na primeira semana de trabalho, cerca de 900 consultas de catarata serão realizadas e, ao longo do mês, 2.400 pacientes, que já faziam tratamento contra o glaucoma, serão atendidos e receberão os colírios para controle da doença. Até o fim de novembro, começarão a ser realizadas as cirurgias de retina e, no fim de dezembro, as de estrabismo e córnea. E, em janeiro, a entidade vai absorver todos os procedimentos de refração e de oftalmologia em geral.


Copyright © 2019 Tribuna de Betim - Notícias. Todos os direitos reservados.
Grupo BEZ Tecnologia e Soluções. Betim - MG - Brasil