Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa
 

 

 

Até agora já foram entregues 12 malas, sendo 4 por cidade.

No próximo dia 10 de abril, quarta-feira, quatro escolas da rede pública da cidade de Esmeraldas serão contempladas com o Projeto Alegria de Ler, realizado pelo Instituto Ramacrisna o apoio do Criança Esperança. As instituições contempladas: E. M. Josefina Lucas Muniz, E.M. Joaquim Ribeiro Sobrinho, E.M. Zita Lucas e Silva e E. M. João Batista Belo, receberão a Mala de Leitura que se transforma em estante expositora e funciona como uma biblioteca itinerante. O objetivo é promover a sensibilização de leitores e provocar o gosto pela leitura literária em crianças e adolescentes em situação de vulnerabilidade social, fomentando o prazer de ler, ouvir e contar histórias de forma lúdica e atraente.

 

A entrega será acompanhada da contadora e história Nana (Bruna Bernardes) que realizará um momento lúdico com as crianças. Durante a mediação fala-se sobre a existência de uma mala mágica, recheada de livros, que vira estante, onde está o livro da história contada. Apresenta-se a Mala de Leitura às crianças, em entrega solene, com livros infantil, infanto-juvenil e juvenil. "Até agora já foram entregues 12 malas, sendo 4 por cidade Betim, Mateus Leme e Juatuba. Foram entregues 20 livros por mala", explica Solange Bottaro, vice-presidente do Ramacrisna.

 

O projeto Mala de Leitura - Alegria de Ler tem por objetivo levar a biblioteca para fora de suas paredes, promovendo ações literárias em outros espaços e despertando nas crianças o prazer pela leitura. A mala é um instrumento para transportar livros em segurança, ideal para ser usada em lugares sem biblioteca, uma vez que essa mala se transforma em estante móvel e pode ser fixada em qualquer estrutura. Seus bolsos transparentes exibem as belas capas coloridas dos livros, motivando as crianças a buscá-los. É confeccionada em tecido resistente, nas dimensões 1,40mx1m (aberta, como estante), com 12 bolsas plásticas onde são alocados os livros. Ao ser fechada, para transportar os livros (tem alça), atinge as dimensões 40cmx40cm.

 

Sobre o Ramacrisna

Criado pelo jornalista Arlindo Corrêa da Silva, o Instituto Ramacrisna comemora em 2019, 60 anos de atividades ininterruptas. Desenvolve projetos culturais, educacionais, aprendizagem, profissionalizantes, entre outros, voltados para comunidade em situação de vulnerabilidade social de Betim e nove cidades do entorno. O nome da instituição é em homenagem ao filósofo indiano Sri Ramakrishna, ecumenista que viveu no século 19 e pregava o trabalho social como forma de transformação do ser humano. Ele se tornou conhecida em todo o Brasil como instituição do Terceiro Setor referência em projetos de autossustentabilidade por possuir uma Fábrica de Telas de Arame. O resultado obtido com as vendas é destinado ao setor social da Ramacrisna, garantindo mais autonomia e uniformidade no atendimento às pessoas amparadas pelos projetos.

O Ramacrisna ainda coleciona, desde sua fundação, diversas premiações renomadas, entre elas o Prêmio Itaú-Unicef, no qual ficou em 1º lugar na regional Minas Gerais e finalista Nacional em 2017 e 2018. O prêmio é considerado o maior do Brasil no campo da educação com a chancela da UNICEF – Fundo das Nações Unidades Para a Infância. Foi selecionada entre as 100 Melhores ONGs para se doar e a melhor em Assistência Social no Brasil pelo Instituto Doar e Rede Filantropia. E ainda está no Ranking internacional "Great Place to Work (GPTW)", que reconhece os melhores lugares para se trabalhar. Somente em 2018, a instituição atendeu 87.161 pessoas em sua sede e em parceria com o Poder Público.

 

SERVIÇO

Instituto Ramacrisna

Rua Mestre Ramacrisna, 379, Santo Afonso – Betim/MG

Telefone: (31) 3438-5500

www.ramacrisna.org.br