Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa
 

Gabriel Nascimento, de 15 anos, caminhava pela rua quando foi atingido por artefato cortante que se prendeu em ônibus. Ele ficou uma semana internado no Hospital Regional de Betim

Gabriel deixou hospital com os pais e com o irmão confiante em sua recuperação(foto: Prefeitura de Betim/Divulgação)


O garoto Gabriel Nascimento, de 15 anos, que teve a perna amputada após sofrer um corte provocado por linha chilena em Betim, na Região Metropolitana de Belo Horizonte, recebeu alta e deixou o hospital na manhã deste domingo. 

O acidente aconteceu em 20 de julho, quando Gabriel foi atingido por uma linha chilena que se prendeu em um ônibus. O artefato cortante acertou o garoto quando ele caminhava na calçada.  

Na saída do Hospital Regional de Betim, Gabriel recebeu o carinho de amigos e familiares, que lotaram a porta da unidade para recebê-lo aos gritos de "feijãozinho guerreiro", em alusão ao apelido de "feijão" do jovem.


O pai de Gabriel, Amilton do Nascimento, de 46 anos, comemorou muito a saída do filho e agradeceu a todos que ajudaram o jovem, entre funcionários do hospital e os amigos e parentes que deram força. "A gente fica muito emocionado porque esse apoio psicológico vai ser muito importante na recuperação dele. Somos só gratidão", conta Amilton.

A mãe do garoto, Regina Alves Rosa do Nascimento, agradeceu a Deus pela saída do filho e também exaltou todo o apoio recebido de diversas pessoas para dar forças ao jovem para seguir em frente. "A gente tem o coração eternamente grato. Temos muitas pessoas para agradecer e agora é bola para frente. Foi esse apoio que nos manteve firmes", diz ela. 

Gabriel disse que recebeu toda a ajuda do hospital para não deixar a peteca cair quando soube que teria a perna amputada. Ele conta que esse respaldo e a ajuda dos pais e amigos foram decisivos para garantir a força de vontade e acreditar na recuperação com uma prótese. 

Ele também brincou que agora espera comer um belo prato preparado pelo pai, que é dono de restaurante. "Queria agradecer a todos que mandaram mensagens e apoio, muito obrigado. Agora é força de vontade e fé", disse ele. O garoto também aproveitou para dar um recado para quem insiste em soltar pipas com linha chilena. "Eu recomendo a não usar, porque da mesma forma que me prejudicou, pode prejudicar qualquer um", completa.





UAI


Copyright © 2019 Tribuna de Betim - Notícias. Todos os direitos reservados.
Grupo BEZ Tecnologia e Soluções. Betim - MG - Brasil