Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa
 

Ela tinha 95 anos, caiu dentro de casa e bateu com a cabeça no chão, o que causou traumatismo craniano.

A costureira Maria José da Silva, mais conhecida como Dona Lia, morreu nesta segunda-feira (27), em Betim, na Região Metropolitana de Belo Horizonte. Ela tinha 95 anos, caiu dentro de casa e bateu com a cabeça no chão, o que causou traumatismo craniano.

 

Dona Lia — Foto: Reprodução/TV Globo

A dona Lia, foi finalista do Prêmio Bom Exemplo 2019.

Ela tinha sido indicada pelo trabalho que fazia com os pacientes da Casa de Saúde Santa Izabel, em Betim.
Dona Lia costurou, por mais de dez anos, lençóis para quem estava em tratamento contra a hanseníase.

Ela juntava os tecidos que eram doados e produzia cerca de 20 peças por mês. Dona Lia deixa sete filhos e 19 netos, que com certeza, reconhecem a importância do trabalho social.

 

G1