Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa
 

Força-tarefa em parceria com órgão antitruste do governo executa nesta quinta, 17, dez mandados de buscas em empresas que teriam se ajustado para fixar artificialmente valor do frete de carros 0 km

Foto: Whatsapp / Operação Pacto - Polícia Federal

Os envolvidos responderão por crimes contra a ordem econômica (artigo 4º, da Lei 8.137/90) e de organização criminosa (art. 2º, da Lei nº. 12.850/2013), cujas penas somadas poderão alcançar 13 anos de prisão.

A Polícia Federal deflagrou, na manhã desta quinta, 17/10/2019, a Operação Pacto, para apurar a formação de um cartel envolvendo empresas Transportadoras de veículos, ‘cegonheiros’.

Cerca de 60 policiais cumprem dez mandados de busca e apreensão em cidades de quatro Estados – Santo André (SP), São Bernardo do Campo (SP), Serra (ES), Betim (MG) e Simões Filho (BA).

A ação é realizada em conjunto com o Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado do Ministério Público de São Paulo e com o Conselho Administrativo de Defesa Econômica.

Segundo a PF, a investigação identificou um ‘acordo anticompetitivo’ que fixava artificialmente o valor do frete dos veículos 0 km e dividia o mercado entre os participantes do cartel.

“A estratégia adotada elimina a livre concorrência e impede a entrada de novas empresas no mercado, o que eleva substancialmente o valor do serviço”, anotou a corporação.

A Polícia Federal indicou que os investigados podem responder por crimes contra a ordem econômica e de organização criminosa, cujas penas, somadas, podem chegar a 13 anos de prisão.

O nome da operação faz referência ao acordo anticompetitivo entre as empresas envolvidas, indicou a PF.

A operação foi realizada em conjunto com o Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) do Ministério Público de São Paulo, com a colaboração do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade).








Com informações da Polícia Federal, Gaeco e Ministério Público Federal


Copyright © 2019 Tribuna de Betim - Notícias. Todos os direitos reservados.
Grupo BEZ Tecnologia e Soluções. Betim - MG - Brasil