Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa
 

Apesar do o aumento no final do ano, estado teve redução de 9,5% nas mortes, comparado ao ano anterior.

 

Na contramão da maioria dos estados, o Amazonas registrou alta no número de mortes violentas no último trimestre de 2019, apesar da redução da média nacional em 2019. Enquanto o Brasil teve uma diminuição de 11,8% de outubro a dezembro nos assassinatos, no estado amazonense houve um aumento de 4,4%.

Quem registrou maior alta foi Santa Catarina, com 23,8%. Além do Amazonas, os outros estados que também tiveram alta foram: Rondônia, Bahia, Sergipe, Espírito Santo, Paraná, Mato Grosso do Sul e São Paulo.

Mesmo com o aumento no final do ano, o Amazonas teve redução de 9,5% nas mortes violentas, comparado ao ano anterior. No país, foram 9.923 mortes a menos na comparação com 2018, uma queda de 19,2%.

Em todo o ano passado, foram registrados 41.635 assassinatos no país, sendo que 1.063 ocorreram no Amazonas. Em 2018, o ano encerrou com 51.558 (1.175 no estado amazonense) – ou seja, quase 10 mil mortes a menos.

Estão contabilizadas no número as vítimas de homicídios dolosos (incluindo os feminicídios), latrocínios e lesões corporais seguidas de morte. A queda no consolidado do ano reforça uma tendência que tem sido mostrada pelo G1 desde o balanço de 2018.

 

A ferramenta de acompanhamento permite o acompanhamento dos dados de vítimas de crimes violentos mês a mês no país. Estão contabilizadas as vítimas de homicídios dolosos (incluindo os feminicídios), latrocínios e lesões corporais seguidas de morte. Juntos, estes casos compõem os chamados crimes violentos letais e intencionais.

Jornalistas espalhados pelo país solicitam os dados, via assessoria de imprensa e via Lei de Acesso à Informação, seguindo o padrão metodológico utilizado pelo fórum no Anuário Brasileiro de Segurança Pública.

Em março do ano passado, o governo federal anunciou a criação de um sistema similar. Os dados, no entanto, não estão atualizados como os da ferramenta. O último mês em que há informações disponíveis para todos os estados é setembro.

Os dados coletados mês a mês não incluem as mortes em decorrência de intervenção policial. Isso porque é mais difícil obter números em tempo real e de forma sistemática com os governos estaduais. O balanço do 1º semestre de 2019 já foi divulgado. O fechado do ano será publicado em breve.

 



G1
 

Copyright © 2019 Tribuna de Betim - Notícias. Todos os direitos reservados.
Grupo BEZ Tecnologia e Soluções. Betim - MG - Brasil