Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa

 

Brasil ocupa a 4ª colocação mundial no ranking global de construções sustentáveis

Sabe-se que as notáveis mudanças climáticas e no meio ambiente são consequências, em sua grande maioria, da ação humana. A construção civil, apesar de ser um dos setores mais importantes na economia, é também uma das que mais contribui para a degradação do meio ambiente, devido ao grande número de resíduos. De acordo com pesquisas, estima-se que mais de 50% dos resíduos sólidos gerados pelo conjunto das atividades humanas sejam provenientes da construção.

No mesmo compasso que as consequências ambientais se tornam perceptíveis, mudanças no segmento da construção civil são notadas. É que, em 2016, 192 empreendimentos brasileiros haviam sido registrados no United States Green Building Council – USGBC em busca da certificação. Ao mesmo passo que a demanda aumenta, empresas que oferecem alternativas sustentáveis também crescem.

Segundo o empresário Renato Las Casas, a percepção das pessoas em relação aos reflexos ambientais tem crescido junto com a globalização da informação. “Hoje em dia é possível ter mais noção dos reais impactos causados ao meio ambiente. Apesar de não ter como voltar no tempo e mudar o que foi feito, é possível adotar medidas para estancar e amenizar os problemas ambientais”, afirma. Ele, que é diretor comercial da empresa Ecogranito, trouxe ao Brasil um modelo de revestimento sustentável criado no Japão.

Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa

 

 

A rede de quarta geração já é bem consolidada no Brasil, mas ainda existem dúvidas sobre o uso do 4G, velocidade, conexão etc. A TIM, líder em cobertura em todo o País, com mais de 3.200 cidades, fez um levantamento com os principais mitos e verdades para esclarecer todas as dúvidas sobre a tecnologia. Confira!

 

Um aparelho 4G funciona também como 3G ou 2G?
Verdade. Assim como os chips 3G funcionam em celulares 2G, os 4G funcionam nos aparelhos 3G. Em termos de compatibilidade não há qualquer impedimento entre as tecnologias. No entanto, para ter a experiência 4G o usuário precisa de aparelho e chip compatíveis com a tecnologia de quarta geração, além de estar em uma área coberta. A TIM cobre, atualmente, 3.278 cidades em todo o País, liderando a cobertura da tecnologia de quarta geração.

 

Internet 4G é mais cara do que 3G?
Mito. Atualmente, as operadoras oferecem o serviço de internet com base na franquia de dados contratada, independentemente da tecnologia utilizada.

 

É impossível fazer ligações pela rede de quarta geração?

Mito. A ligação via rede 4G é feita através da tecnologia VoLTE (Voice over LTE), e tem qualidade superior a chamadas realizadas pela rede 2G ou 3G. A funcionalidade traz alta definição de voz, maior estabilidade dos serviços, redução do consumo de bateria e maior velocidade no estabelecimento das chamadas.

 

A TIM já disponibiliza o VoLTE para os clientes pré e pós-pagos em mais de 2.550 municípios brasileiros, englobando todas as capitais. O acesso à tecnologia depende de um smartphone compatível e da atualização do sistema operacional para a versão mais recente. Inclusive a TIM foi a única certificada pela Apple a liberar a tecnologia aos clientes que utilizam iPhone. Os consumidores poderão conferir no site a lista completa de modelos compatíveis, as cidades onde a funcionalidade está disponível, além de esclarecerem suas dúvidas sobre a tecnologia. Clientes pré, pós, controle e corporativos das cidades já contempladas têm acesso ao serviço.

 

A frequência de 700MHz, liberada em algumas cidades após o desligamento do sinal analógico da TV, melhora a qualidade do 4G?

Verdade. A faixa de 700Mhz permite melhor cobertura em ambientes indoor, como shoppings, garantindo maior qualidade de navegação aos usuários. Atualmente, a TIM lidera a oferta da rede de quarta geração nesta frequência, em mais de 1.280 cidades, incluindo todas as capitais. Até 2020, a empresa pretende chegar a mais de 4 mil municípios com sua rede 4G, alcançando 96% da população urbana, ativando a tecnologia na faixa de 700Mhz em todas essas localidades. A TIM foi pioneira na implantação da faixa de 700Mhz.

 

Todos os smartphones 4G comprados no exterior funcionam normalmente no Brasil?
Mito. O aparelho precisa ser homologado pela Anatel e compatível com a frequência utilizada pela operadora, já que não há um padrão universal para a banda 4G.

 

É possível utilizar o 4G de uma operadora brasileira no exterior?
Verdade. Para navegar na rede 4G fora do Brasil, o cliente precisa ter um aparelho compatível com a frequência do país visitado e um chip da tecnologia de quarta geração. No caso da TIM, por exemplo, ao solicitar a ativação dos pacotes de roaming, é possível navegar nos seguintes países: Alemanha, Áustria, Bélgica, Canadá, Estados Unidos, Espanha, França, Holanda, Itália, Noruega, Reino Unido, Romênia e Suíça.

 

A principal diferença entre a rede 4G e a 3G é a velocidade?
Verdade. O 4G foi criado com foco na experiência de dados. Por conta disso, houve uma melhoria significativa em sua construção e desenvolvimento, com o objetivo de oferecer qualidade, velocidade e maior penetração dos usuários a sua rede.  A rede de quarta geração também possui menor latência - tempo em que os dados saem de um ponto para outro, como no envio de um e-mail, por exemplo -  melhorando consideravelmente a qualidade e a velocidade da internet.

 

Até mesmo as chamadas de voz no 4G são realizadas através de uma rede de dados (pacotes) com a tecnologia VoLTE, permitindo também desempenho superior ao serviço de voz 3G.

 

A velocidade da internet móvel no Brasil está muito abaixo da internet fixa?
Mito. A rede 4G, dependendo da velocidade que o usuário possui em casa ou na empresa, pode superar a velocidade da internet fixa. Esta vantagem só não ocorre quando a internet fixa é entregue por fibra óptica. Em locais afastados e de difícil acesso para a chegada de infraestrutura, como na ilha de Fernando de Noronha (PE), por exemplo, a rede móvel tem velocidade superior à rede fixa.

 

Quando o 5G chegar ao Brasil vai extinguir o 4G e 3G?
Na verdade, as tecnologias são complementares e não deixarão de existir. O 4G foi o primeiro passo para a preparação de novas soluções e o desenvolvimento da internet das coisas, em que objetos se conectam e compartilham informações entre eles. Além disso, no futuro, também será por meio desta rede que haverá uma interação direta com o wi-fi, melhorando a velocidade de transmissão de dados e conectividade dos aparelhos em geral.

 

Sobre a TIM

A TIM segue com sua missão de conectar e cuidar de cada um, para que todos possam fazer mais. Para isso, atua focada nos pilares estratégicos de oferta, infraestrutura, eficiência e experiência do cliente, com base em uma cultura interna de “accountability” e na mudança de processos e plataformas que permitam a transformação digital. A nova assinatura da marca –  “A evolução não para” – reforça o compromisso da companhia com seu Plano de Investimentos e com o objetivo de se tornar a melhor operadora de telecomunicações do Brasil.

A empresa é, desde 2015, líder em cobertura 4G no País e referência como player de ultra banda larga móvel e fixa. É ainda a única empresa do setor de telecomunicações no Novo Mercado da B3, reconhecido como nível máximo de governança corporativa, além de ser a operadora de telecomunicações há mais tempo consecutivo no Índice de Sustentabilidade Empresarial (ISE). Para mais informações, acesse www.tim.com.br.

Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa

Obra ensina o leitor sobre a importância de entender o próprio modelo mental

 

A empresária mineira Astrid Vieira, consultora de carreira e diretora da empresa Leaders HR Consultants, participou do lançamento do livro “Coaching: Mude seu mindset para o sucesso”. Astrid é coautora da obra e colaborou com o seu conhecimento para que a autora alcançasse o seu objetivo literário.

 

Astrid Vieira no lancamento do livro “Coaching: Mude seu mindset para o sucesso”.

A solenidade se passou na livraria Cultura, do Shopping Iguatemi, em São Paulo, e recebeu personalidades, entusiastas e alguns colaboradores do texto. O objetivo é ensinar o leitor sobre a importância de entender o próprio modelo mental, assim como trabalhá-lo para evoluir e se desenvolver, através do coaching – metodologia de desenvolvimento que busca impulsionar o autoconhecimento e as definições de metas.

 

“Para mim foi uma honra imensa participar dessa obra tão inteligente e com um propósito tão digno. Esse tipo de conhecimento aplicado pelo coaching é de extrema valia para as atividades contemporâneas e toda organização social moderna. Tenho certeza de que ‘Coaching: Mude seu mindset para o sucesso’ só agregará ao leitor”, comemora Astrid

Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa

Thereza Nardelli foi convidada para desfilar em carro alegórico da escola de samba carioca “Paraíso do Tuiuti” 

Já com viagem planejada para Europa, antes de ter seu post  - Ninguém Solta a Mão de Ninguém, viralizado, a tatuadora Thereza Nardelli (@zangadas_tatu), fez um tour em estúdios renomados da Espanha, Inglaterra, Portugal e Itália. Neles, trabalhou como convidada para aprimorar o que mais gosta de fazer: a tatuagem.

Thereza Nardelli

Foram 25 dias onde passou pelo Desideratum, um estúdio só de mulheres, localizado em Barcelona; e no Sang Bleu, um dos melhores e mais conhecidos do mundo que fica em Londres, reconhecido por descobrir e lançar tendências contemporâneas no mundo da tattoo na sua revista TTTism (Tattooism). “Fui à Europa para trabalhar. Era uma viagem que já estava planejada faz tempo, e já havia combinado a estadia com os estúdios de antemão. Neste período, tatuei em todas as cidades e, assim como meu público no geral, quase que só mulheres: durante 25 dias fora, tatuei apenas um homem”, comenta Thereza.

 

Novos desafios:

Thereza ficou conhecida por todo Brasil e também no exterior após ter seu post Ninguém Solta a Mão de Ninguém viralizado. No primeiro semestre de 2019 vai para São Paulo, onde pretende passar um período trabalhando com a técnica de handpoke e com projetos de ilustração.

Aos 30 anos de idade, é uma das precursoras em Belo Horizonte do estilo handpoke, a tatuagem sem máquina. Formada em Ciências Sociais, com mestrado em Comunicação, é uma ilustradora nata e foi na tatuagem que encontrou seu lugar.

Começou despretensiosamente nessa arte: pegou uma agulha de costura e tatuou em sua própria perna um coração. Simples assim. O projeto-piloto deu certo, mas continuou “em casa”. Sua irmã foi a primeira “cliente” tatuada, mas desta vez já com agulhas próprias. O universo se ampliou. E muito. Hoje, Thereza trabalha não somente em Belo Horizonte, como também em São Paulo e no Rio de Janeiro.  “A intenção é ampliar minha área de atuação e conhecer mais tatuadores da técnica, esse intercâmbio é sempre muito produtivo”, diz.

Isso sem deixar de lado o estilo próprio. Com design característico, as tattoos da artista se destacam pela originalidade. Suas ilustrações transitam em um tom que vai do bem humorado a motes políticos, como o feminismo. Aliás, o tema de seu mestrado foi a nudez das mulheres na fotografia, na arte e na pornografia -  reiterando que as tatuagens feitas por Thereza não se iniciam nem se encerram nelas mesmas. Têm muitas histórias para contar.

 

Ninguém Solta a Mão de Ninguém

Com 9 mil seguidores no Instagram, Thereza conquistou em dois dias quase 40 mil  após a viralização do post Ninguém Solta a Mão de Ninguém. Tudo ocorreu logo após o resultado das eleições 2018, que elegeu Jair Bolsonaro (PSL) como presidente do país.

Em muitos perfis, contando o de figuras como Daniela Mercury, Bruna Marquezine, Fernanda Paes Leme e Bruno Gagliasso, a ilustração com a mensagem “Ninguém solta a mão de ninguém” esteve presente. Thereza conta que a ilustração, na verdade, é um desenho mais antigo, inspirado em uma frase de sua mãe. Ela decidiu publicar nas redes sociais no domingo (28/10), antes mesmo do resultado das eleições sair. “É uma ilustração política de uma frase que minha mãe me disse”, afirma.

Ela estava reunida com alguns amigos quando a imagem começou a viralizar. “Foi estranho, porque a imagem começou a aparecer nos grupos de WhatsApp de pessoas que não me conheciam. Até que eu vi no Instagram da Bruna Marquezine e vi que realmente o negócio era sério”, lembra.

Recentemente, após o escândalo envolvendo o suposto medium João de Deus, celebridades como Fernanda Lima e Kefera republicaram o desenho como uma mensagem de respeito e apoio às vítimas - dando a ver que a mensagem ainda dá e dará voz a inúmeras causas. No início de dezembro, logo após retornar da Europa, Thereza fez tatuagens com a  famosa imagem das mãos dadas e o dinheiro foi revertido para a Casa de Referência da Mulher Tina Martins, que acolhe e abriga mulheres em situação de vulnerabilidade e vítimas de violência doméstica. “É importante sim que aconteça esse retorno das boas intenções políticas de quem quer tatuar ou comprar objetos com a  imagem em ganho material de fato para iniciativas sociais que estão na linha de frente da resistência”, disse a artista.

 

Convite para desfilar em escola de samba carioca

A tatuadora Thereza Nardelli foi convidada para desfilar em carro alegórico da escola de samba carioca “Paraíso do Tuiuti”.

A escola  trará personalidades para passar mensagem de tolerância. Além de Thereza, o último carro alegórico da Paraíso Tuiuti contará com nomes também como Conceição Evaristo; Monica Iozzi; Carlos Tufvesson; Rafael Losso; Pai Adailton Moreira, filho da Mãe Beata de Iemanjá, uma das mais atuantes da ONG Criola.

A ideia do carnavalesco Jack Vasconcelos é passar a mensagem da tolerância entre diversos segmentos da sociedade. O enredo da Tuiuti vai homenagear o Bode Ioiô, que, reza a lenda, foi eleito vereador em Fortaleza, no ano de 1922.

 

 

 

Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa

O Sistema Unimed mineiro recebeu o prêmio Top do Top no 23º Top Of Mind Marcas de Sucesso

 

A Unimed foi destaque no prêmio Top Of Mind – Mercado Comum – Marcas de Sucesso-Minas Gerais – 2018, em cerimônia realizada em 28 de maio, na Associação Comercial de Minas, em Belo Horizonte. A instituição é uma das quatro marcas que venceram em todas as edições anuais desde o início das premiações. Em 2018, foi premiada nas categorias Excelência e Top do Top.

 

Na categoria Top do Top - Marcas mais Lembradas – Interior, a Unimed alcançou o primeiro lugar, com 67,8% de lembrança nas pesquisas, o que representa um aumento de 3,3 pontos percentuais (64,5%), em comparação ao resultado da pesquisa em 2017.

 

Luiz Otávio Fernandes de Andrade, presidente executivo da Unimed Federação Minas, instituição que representa política e institucionalmente o Sistema Unimed, falou sobre a satisfação de participar do evento. “A indicação por 23 anos consecutivos para o Top of Mind é um reconhecimento ao trabalho do Sistema Unimed mineiro. As Unimeds de Minas Gerais encontram-se, sem exceção, muito bem estruturadas e preparadas para realizar um atendimento de excelência aos nossos clientes. Temos um compromisso com a qualidade da assistência que prestamos, esse é o nosso jeito de cuidar”, disse.