Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa
 
*Sineimar Reis
 
  Para começar a conversa, ressalto, estamos numa PANDEMIA, no qual a cada dia mais de 1.000 pessoas estão perdendo a vida todos cotidianamente em nosso país, por conta de um vírus cujo nome denomina-se Covid-19. Só por essa explicação, já se pode perceber que o momento em que estamos passando não está para principiante. Se tratando este assunto na área da educação percebe que não está nada fácil. A pessoa que não consegue compreender este momento, eu reitero que: Ela está totalmente fora da realidade, pois estamos passando por algo novo, em que um vírus ainda não tem um estudo como um todo, ou seja não comprovação específica sobre ele e não há totalmente comprovada todas as informações sobre ele.
  Diante de uma pandemia gravíssima, vemos apenas empresários preocupados em manter a fidelidade (e, mais que isso, o pagamento em dia) dos clientes.
  O que deveríamos ter, e está passando longe de qualquer discussão: educadores preocupados em proteger e cuidar de seus alunos, dando exemplos de vida. Sim! NÃO ESTAMOS PASSEANDO. Estamos atendendo os alunos com internet paga do nosso próprio bolso, com aparelho celular comprado com nosso dinheiro e ou computadores sendo consertados e mantido sem nenhum custo do Estado, tudo pago com nosso salário.
Falta alguém pra avisar pra essa turma que criança morta não paga mensalidade. Porque nem nisso eles pensaram. Mas, pra quem curte o liberalismo, ei-lo em todo o seu resplendor!
  As aula estão funcionando de uma forma no qual 16 turmas de uma escola com aproximadamente 25 alunos enviam atividades no WhatsApp, E-mail ou por um aplicativo criado pelo governo de Minas, tudo isso sem contar de outra escola. Então, eu como professor gostaria que os pais de alunos compreendesse ao menos um pouco do esforço de cada profissional, pois o serviço de um profissional da sala de aula não está parado, o serviço aumentou.
  Nosso compromisso e responsabilidade no ensino das crianças, jovens e adultos são muito importante, muitas vezes a internet não ajuda e há pouco tempo para resolver muita coisa. O momento que estamos vivendo exige calma, cuidado e compreensão. Os aluno não serão prejudicados, pois essa não é minha intenção. São muitos E-mails, anexos a serem preenchidos, planilhas, estudos dos PET’s (para sanar dúvidas), reuniões com a SOESP, sábados letivos etc... Enfim, o serviço do professor aumentou, não diminuiu! Eu como professor afirmo que estou se desdobrando no preparo de minhas aulas, ainda que exausto com a carga excessiva das atividades, respondo os alunos ou pais a qualquer hora do dia e qualquer dia da semana inclusive no domingo.
  A única parte que me deixa triste e furioso é como o ser humano não consegue enxergar isso.
 
Abraços!!!

Copyright © 2021 Tribuna de Betim - Notícias. Todos os direitos reservados.
Grupo BEZ Tecnologia e Soluções. Betim - MG - Brasil