Imprimir
Categoria: Betim
Acessos: 1062
Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa
 

Quando a cidade flexibilizou o isolamento social, eram 9 casos confirmados de Covid-19. Nesta terça, o número já era 14 vezes maior: chegando a 130.

Hospital de Campanha em Betim, onde pacientes com Covid ficam internados — Foto: Reprodução/TV Globo

O prefeito de Betim, Vitório Mediolli, anunciou nesta terça-feira (2/06/2020), em transmissão ao vivo pelas redes sociais, o fechamento de academias e shoppings por 15 dias. A medida foi tomada para conter o avanço do novo coronavírus na cidade. O decreto com detalhes deve ser publicado nesta quarta-feira (3).

A cidade da Região Metropolitana de Belo Horizonte confirmou, no boletim epidemiológico desta terça, mais duas mortes provocadas pela Covid-19, totalizando dez até agora. Uma delas é de um homem, de 59 anos, que morreu no sábado (30). Ele era portador de doença hepática crônica e estava internado no Centro de Cuidados Intensivos, no Centro Materno-infantil, desde 23 de maio.

O décimo óbito é de uma mulher de 66 anos, ocorrido também no sábado. Ela era portadora de obesidade e outras doenças crônicas. A paciente deu entrada no Hospital de Campanha no dia 18 de maio e foi transferida para o Centro de Cuidados Intensivos, no Centro Materno-infantil, no dia 19.

A flexibilização do isolamento social foi anunciada pelo prefeito de Betim no dia 18 de abril, quando a cidade ainda tinha 9 casos confirmados da doença e nenhuma morte. Antes da reabertura do comércio, que começou no dia 22 do mesmo mês, o uso de máscaras se tornou obrigatório no município. A primeira morte foi registrada seis dias depois.

De lá para cá, a cidade teve um aumento expressivo no número de casos confirmados de Covid-19. Nesta terça, 130 pacientes testaram positivo para a doença, 14 vezes mais do que no dia da flexibilização do isolamento.

Testes rápidos

A prefeitura de Betim começou a realizar testes rápidos na população para conhecer a situação de disseminação do novo coronavírus. 36 equipes de saúde vão visitar 1.080 residências, que foram escolhidas de forma aleatória.







G1