Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa

 

Na última segunda-feira, dia 18, o presidente da Caixa de Assistência dos Advogados de Minas Gerais (CAA Vanguarda), Sérgio Murilo Braga, recebeu o “Troféu Tancredo Neves” edição 2018, em solenidade realizada no auditório do Tribunal de Contas do Estado de Minas Gerais (TCE), em Belo Horizonte. Pelo 31º ano consecutivo, o Jornal Edição do Brasil premia personalidades representantes dos mais diferentes segmentos, como do judiciário, economia, comunicação, cultura, administração pública e profissionais liberais.

 

Roberto Fagundes e Sérgio Murilo Braga

Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa

 

O Conselho é responsável pela regulamentação e fiscalização do exercício das profissões da área tecnológica em âmbito estadual

 

O Conselho Regional de Engenharia e Agronomia de Minas Gerais (Crea-Minas) celebra 84 anos de história. A autarquia foi criada em 23 de abril de 1934, por meio da Resolução 002 do Conselho Federal de Engenharia e Agronomia (Confea), com o intuito de regulamentar e fiscalizar o exercício profissional da engenharia. Desde então, novas modalidades profissionais foram surgindo e incorporadas ao Sistema Confea/Crea. Hoje, o Crea-Minas fiscaliza o exercício profissional da engenharia, agronomia, geologia, geografia e meteorologia, conforme prevê a Lei Federal 5.194/1966.

“O Crea-Minas, em mais de oito décadas de existência, sempre teve como prioridade garantir o pleno exercício das profissões da área tecnológica e o direito de toda a sociedade a uma engenharia de qualidade. E seguimos convictos da nossa missão de defender os interesses sociais e humanos, promovendo a valorização profissional, o desenvolvimento sustentável e a excelência do exercício das atividades profissionais”, afirma o presidente do Conselho, engenheiro civil Lucio Borges.

A função do Crea-Minas é proteger a sociedade da prática ilegal das atividades técnicas, garantindo que existam profissionais legalmente habilitados, com conhecimento e atribuições específicas, na condução dos empreendimentos da área tecnológica. Ao longo dos anos, o Conselho mineiro contribuiu ativamente para o desenvolvimento do estado ao promover projetos de interesse humano e social, disponibilizando o conhecimento da área tecnológica a serviço das políticas públicas, setoriais e locais.                                                             “Atuamos para além da nossa atividade-fim ao fomentar debates nas mais diversas áreas como produção de alimentos, implantação de infraestrutura, mobilidade urbana, melhoria da qualidade da água e do saneamento, produção industrial, desenvolvimento sustentável, entre outras. A área tecnológica é uma importante aliada da sociedade”, diz Lucio Borges.

No comando do Conselho desde janeiro de 2018, Lucio defende uma atuação do Crea aberta ao diálogo com os diversos setores que compõem a sua base. “Esse contato direto nos permite ouvir, de forma ativa, ideias e propostas vindas de profissionais, conselheiros, inspetores, entidades, instituições de ensino, empresas e sociedade, no sentido de convergir em escolhas que contemplem o maior número de demandas”, detalha.

O presidente ressalta ainda que, na atual conjuntura do Brasil, é preciso a união de todos para que a área tecnológica seja cada vez mais fortalecida e apta para contribuir com o desenvolvimento das cidades, estado e país. “O Crea-Minas é uma instituição sólida que carrega consigo uma trajetória de defesa da sociedade. O nosso maior desafio, nesse sentido, é buscar a unidade nas ações do Conselho para que todos se vejam representados e atendidos em suas necessidades”, afirma Lucio.

Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa

O Sistema Unimed mineiro é destaque, pelo 23º ano consecutivo, no Top Of Mind – Mercado Comum – Marcas de Sucesso de Minas Gerais 2018. A Unimed Federação Minas é uma das quatro marcas que venceram em todas as edições anuais desde o início das premiações. O presidente da Unimed Federação Minas, Luiz Otávio Fernandes de Andrade, irá receber o prêmio pela entidade na solenidade que acontece no próximo dia 28, às 19 horas, na Associação Comercial de Minas, em Belo Horizonte.
Luiz Otavio Fernandes de Andrade UnimedMG
Luiz Otávio Fernandes de Andrade, presidente da Unimed Federação Minas

“Ser indicado pela 23ª vez para o Top Of Mind é um importante reconhecimento do trabalho diferenciado que as cooperativas médicas mineiras oferecem. É resultado da nossa dedicação diária e do compromisso de nossos colaboradores e cooperados em realizar um atendimento de qualidade e excelência a nossos clientes”, comemora Luiz Otávio Fernandes.

Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa

50 hackers mineiros vão disputar o posto de melhor de Minas Gerais e representar o Estado na final nacional em novembro

 

 

Minas Gerais - O Hackaflag, maior campeonato de invasão de sistemas da América Latina, realizará a etapa classificatória em Belo Horizonte neste sábado (26). Neste dia, cerca de 50 hackers vão disputar a vaga de campeão mineiro e poderão representar o Estado na final nacional que acontece em novembro.

 

A competição põe a prova o conhecimento e as mais diversas habilidades dos hackers brasileiros em provas que exploram as principais áreas da segurança da informação, tudo feito em um ambiente digital simulado. A competição acontece nos moldes de e-sports e é crucial para desmistificar a figura controversa do hacker, já que possibilita que o público geral possa ver os processos de invasão em tempo real, enquanto ainda revela talentos para as principais empresas do país.

 

O campeão mineiro ganha uma viagem com tudo pago para São Paulo e poderá disputar o título nacional com os representantes de outros 10 Estados. Quem se sagrar o melhor hacker do Brasil ganha uma viagem com tudo pago para Las Vegas, nos EUA, e poderá participar da Def Con, a maior conferência hacker do mundo.

 

hackaflag 2.jpg

 

O Hackaflag é uma das atrações do Roadsec, o maior festival de hacking, tecnologia e segurança da América Latina, que comemora em Minas Gerais 5 anos do fomento da comunidade hacker no país.  Com uma programação especial e ampliada com um dia inteiro de atividades, o evento vai promover a troca de conhecimento entre os hackers e profissionais de segurança da informação mais qualificados de Minas Gerais e os especialistas de maior renome nacional e internacional, em palestras interativas para o público de todos os níveis. Simultaneamente, o público - que é formado por pessoas de todas as idades e gêneros, leigos ou não - poderá interagir com equipamentos de tecnologia de ponta, como óculos de realidade virtual, pilotagem de drones por smartphone, montagem de circuitos de robótica, caneta 3D e muito mais.

 

O evento também é o principal espaço onde os talentos locais podem se revelar para o mercado e profissionais já consolidados podem investir no networking. "O Roadsec por anos foi a única e mais importante ferramenta para fomentar a cultura hacker pelo Brasil e descobrir novos talentos para a Segurança da Informação. Neste ano vivemos um momento de consolidação e Minas Gerais é um polo fundamental para esse setor.", destaca Anderson Ramos, criador do Roadsec.

São esperados mais de 500 participantes entre hackers, estudantes, profissionais e empresas de segurança da informação e T.I. O Roadsec acontece no Ouro Minas Hotel das 9h30 às 18h.

Serviço

Roadsec - Edição Minas Gerais

Data e horário: 26 de Maio, das 8h às 18h

Local: Ouro Minas Hotel ( Avenida Cristiano Machado, 4001 - Ipiranga )

Ingressos:

Antecipados: Meia - 60 reais / Inteira - 120 reais

Na porta: Meia - 70 reais / Inteira - 140 reais

Mais informações e ingressos: http://roadsec.com.br/belohorizonte2018

  

O ilustrador espanhol Josan Gonzalez, responsável pela icônica capa do clássico de cyberpunk Neuromancer , preparou as artes especiais para o ano comemorativo do Roadsec, que terá o viés pós-futurista.

 

O ROADSEC

O Roadsec é um roadshow itinerante que leva um dia inteiro de atividades e conteúdo sobre hacking, segurança da informação e tecnologia por todo o país, com o objetivo de revelar talentos locais, promover o networking entre os profissionais da região e fomentar a cultura hacker brasileira em geral. Em 2018, esse projeto completa 5 anos de estrada e mais de 40 edições, que já receberam mais de 30 000 participantes de todas as regiões do Brasil.

Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa

Ocorrência foi em Viçosa, na Zona da Mata, na noite da segunda-feira. Linguiça estava em local escuro e mulher se assustou, pensando ser uma cobra coral

cobra Linguiça

Um metro de linguiça mobilizou militares do Corpo de Bombeiros, em Viçosa, Zona da Mata de Minas Gerais, na noite desta segunda-feira. O motivo, é que uma moradora de uma casa, no Bairro Maria Eugênia, no escuro, pensou que se tratava de uma cobra coral, venenosa. Ela então ligou para um 193 pedindo ajuda.
 
Três militares seguiram para a casa com o devido equipamento, mas para a supresa deles, quando chegaram no local perceberam que era uma linguiça e, sem ter o que fazer, desmontaram todo o esquema transportado para a captura do animal peçonhento.
 
A origem da linguiça não ficou definida, mas acredita-se que um cão ou um gato tenha causado o prejuízo a alguma dispensa, arrastando o embutido até a varanda do imóvel. O tenente Lima, que comandou a operação dos bombeiros disse que a pouca iluminação fez a moradora pensar que se tratava de uma cobra. 
 
Porém, a mulher agiu de forma correta, pois é crime ambiental matar animais da fauna brasileira. Ao encontrar uma espécie silvestre, cobras, lobos, raposas, onças, porco espinho, entre outros, deve-se ligar para o Corpo de Bombeiros ou unidade da Polícia Militar de Meio Ambiente, caso tenha na cidade. Os animais silvestres somente atacam quando se sentem acuados.



Correio Brasiliense