Festival Internacional de Cinema de Arquivo - Arquivo em Cartaz 2018 - Inscrições abertas

Estão abertas, até 31 de agosto de 2018, as inscrições para a Mostra Competitiva do Arquivo em Cartaz - Festival Internacional de Cinema de Arquivo. O festival é um evento anual realizado pelo Arquivo Nacional em sua sede, no Rio de Janeiro, e tem como objetivo promover a difusão do patrimônio audiovisual, contribuindo para a preservação e recuperação da memória audiovisual brasileira.

arquivo em cartaz 2018 cinema

Para a Mostra Competitiva são aceitos filmes finalizados entre os anos de 2016 e 2018 que contenham no mínimo 30% de material de arquivo (imagens em movimento, áudio, fotografias, mapas, manuscritos etc.). A mostra tem como objetivo promover e fomentar novas produções que utilizem coleções de diferentes instituições de arquivo brasileiras e estrangeiras, assim como coleções privadas.

Recebemos filmes de curta, média e longa-metragem, de todos os gêneros e com temática livre. Os filmes estrangeiros deverão ter legendas em português, inglês e/ou espanhol.

Toda a programação do Arquivo em Cartaz é gratuita, contando com oficina, exibição de filmes, debates e homenagens a importantes nomes do cinema. A Mostra Competitiva acontece entre 03 a 07 de dezembro de 2018, durante o festival.

As inscrições devem ser realizadas por meio do preenchimento de formulário disponível em HTTP://goo.gl/bwYR5R. Para mais informações, acesse  https://www.facebook.com/arquivoemcartaz. Em caso de dúvida, entre em contato pelos números (21) 2179-1254 ou (21) 2179-1266, ou envie e-mail para Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Casa Fiat de Cultura recebe exposição itinerante do Prêmio New Holland de Fotojornalismo

Tradicional concurso fotográfico prestigia a agricultura no continente sul-americano; nesta edição foram inscritas 1.592 imagens

Belo Horizonte é a nova sede da exposição itinerante do 12º Prêmio New Holland de Fotojornalismo. De 8 de agosto a 10 de setembro, os visitantes da Casa Fiat de Cultura poderão conhecer a diversificada e eficiente agricultura da América do Sul, seguindo o mesmo sucesso conferido pelo público de Curitiba e Ponta Grossa, ambas cidades do Paraná onde a exposição esteve presente. As 32 fotografias que compõem a mostra retratam a relação do homem com a terra: o trabalho e a paixão que move a agricultura, a rotina da vida rural, a simplicidade e modernidade que estão em consonância. A entrada é gratuita.

 

Foto vencedora da categoria "Máquinas" do argentino Alberto Elias.

O grande vencedor desta edição, na categoria “Profissionais”, foi o brasileiro Sérgio Ranalli com a foto “O agricultor observa o céu de geada”. Na categoria “Aficionados”, para fotógrafos amadores, o concurso premiou o também brasileiro Flávio Benedito Conceição com a fotografia “Raios de sol sobre o trigo”. O repórter fotográfico argentino Alberto Alejandro Elias foi o vencedor na categoria “Máquinas – Profissionais”, com a imagem “Poder”, enquanto Verkuyl Victor Marcelo, também da Argentina, venceu na categoria “Máquinas - Aficionados”, com a foto “Cuando el sol pierde su bravura”. Além da oportunidade de mostrar suas fotos em uma exposição itinerante, os vencedores receberam prêmios em dinheiro: 15 mil reais para “Profissionais” e 5 mil reais para “Aficcionados”.

Os jurados escolheram outras 28 imagens entre as 1.592 inscritas para formar a exposição. Seus autores são Marcio Machado, Luis Tadeu Vilani, Marcos Ribolli, Michael de França Dantas, Daniel Marenco, Fabiano Machado do Amaral, Adriano de Ávila, Mastrangelo de Paula Reino, Fernando Kluwe Dias, Gustavo Castro, Cristiano Buttner, Luis Eduardo Castro, Romeiro de Castro, Álvaro Almeida e Ricardo Chicarelli (Brasil); Aldo Raul Zanetti, Mauricio Oscar, Adrian Simensen e Oscar Dechiara (Argentina); Filiberto Pinzon e Cesar David (Colômbia); Ruben Giménez (Uruguai).

O júri da 12ª edição do concurso é formado por: Rosane Henn, representante do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa); Leandro Mitmann, editor da revista A Granja; Sérgio Sade, fotógrafo profissional; Américo Vermelho, fotógrafo profissional; Angel Amaya, editor do diário La Capital (Argentina); Samuel Milleo, gerente de Comunicação da Organização das Cooperativas do Paraná (Ocepar); e Marianna Fernandes, representante do Banco CNH Industrial.

Criado em 2003, o Prêmio New Holland de Fotojornalismo é hoje um dos principais da América do Sul nessa categoria. Desde então foram inscritas cerca de 21 mil imagens e realizadas 190 exposições em 105 cidades de cinco países, para um público de aproximadamente 500 mil pessoas.

Sobre o Prêmio New Holland de Fotojornalismo

O Prêmio New Holland de Fotojornalismo é um projeto cultural apoiado pela Lei de Incentivo à Cultura do Ministério da Cultura e patrocinado pela New Holland e pelo Banco CNH Industrial, com realização da Mano a Mano Produções Artísticas. Em Belo Horizonte, a exposição conta com o apoio da Casa Fiat de Cultura, do Circuito Liberdade, do Instituto Estadual do Patrimônio Histórico (Iepha), Governo de Minas e Governo Federal. Criado com o objetivo de valorizar o trabalho dos repórteres fotográficos, o projeto passou a premiar também fotógrafos não profissionais — pessoas aficionadas pela fotografia. Inicialmente restrito ao Brasil, o concurso foi ampliado primeiramente para o Mercosul e, ao completar dez anos, para toda a América do Sul, tornando-se um dos mais importantes concursos fotográficos desses países. Além da premiação, o projeto realiza exposições fotográficas itinerantes pelas cidades dos países participantes.

Serviço
Exposição do 12º Prêmio New Holland Fotojornalismo
Local: Casa Fiat de Cultura, Piccola Galleria
Praça da Liberdade, 10, bairro Funcionários
Belo Horizonte (MG)
(31)3289-8900
Data: 8 de agosto a 10 de setembro de 2017
Entrada gratuita

Orquestra de Câmara SESIMINAS abre temporada 2018 da série “Sempre às Quartas”

 

Terceira temporada do projeto conta com oito concertos especiais e abertura presta homenagem ao compositor Edino Krieger


A Orquestra de Câmara SESIMINAS dá início à terceira temporada do projeto “Sempre às Quartas” no próximo dia 28/03, a partir das 20 horas, no Teatro SESIMINAS. Com um repertório eclético contemplando obras de diversas épocas e estilos, o grupo clássico mineiro sob a regência do Maestro Marco Antônio Maia Drumond presta homenagem ao compositor catarinense Edino Krieger, que completa 90 neste mês de março. Os ingressos já podem ser adquiridos na bilheteria do teatro ou pela internet no site tudus.com.br. Os preços variam de R$ de 15 a R$30.


O concerto de Brandemburgo nº 6 em Si bemol Maior de J. S. Bach dá início ao programa da noite. A peça foi a derradeira do ciclo das seis composições dedicadas a Cristóvão Ludovico de Brandemburgo-Schwedt. Encerrando a primeira parte do espetáculo, a Orquestra executa o Divertimento em Si bemol Maior Kv. 137 de Mozart. Das 23 peças do gênero escritas pelo autor, apenas quatro estão instrumentadas para cordas.


A segunda parte está inteiramente direcionada a homenagens. A primeira delas é para os 180 anos do compositor romântico Max Bruch, que terá executada a sua obra Serenata para cordas.


Fechando o espetáculo, a execução da Suíte para Cordas do compositor catarinense de Brusque, Edino Krieger, que no dia 17 deste mês completa 90 anos.  Vivendo atualmente no Rio de Janeiro, o autor leva uma vida em plena atividade musical. Em 2006 foi o Presidente de Honra da comissão julgadora do Concurso de composições para orquestra de cordas patrocinado pelo SESIMINAS. A obra em questão foi composta em 1954 e está disposta em 4 movimentos.


SERVIÇO
Orquestra de Câmara SESIMINAS
28 de março - 20h00
Teatro SESIMINAS  - R. Padre Marinho, 60 - Santa Efigênia
Ingressos a partir de R$15
Disponíveis na bilheteria do Teatro e pelo site tudus.com.br

ORQUESTRA DE CÂMARA SESIMINAS

28 de março de 2018 – 20 horas – Teatro SESIMINAS


Programa

Primeira Parte

- J. S. Bach – Concerto de Brandemburgo nº 6 em si bemol maior BWV 1051

- Allegro

- Adagio, ma non tanto

- Allegro

- W. A. Mozart – Divertimento em si bemol maior Kv. 137

- Andante

- Allegro di molto

- Allegro assai


Intervalo


Segunda Parte

- M. Bruch – Serenata para cordas sobre uma melodia sueca

- Marcha – Allegro Moderato

- Andante

- Allegro

- Andante Sostenuto

- Marcha – Allegro Moderato

- E. Krieger – Suíte para cordas (1954)

- Abertura

- Ronda Breve

- Homenagem a Bartok

- Marcha Rancho (Fuga)


 

Imprensa
Sistema FIEMG 

Tel. (31) 3263-4576 | Tel. (31) 3263-4444 | Tel. (31) 3263-4449

Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo. | www.fiemg.com.br

“O Sistema FIEMG não se responsabiliza por qualquer omissão ou falha, contida na mensagem, que possam surgir na transmissão da mesma ou prejuízos provenientes de qualquer alteração do conteúdo, sendo de responsabilidade de seu autor e não refletindo a opinião da empresa”.

"The FIEMG System is not responsible for any omission or failure contained in the message that may occur in the transmission of this content or losses from any change, being liable the author and not reflecting the opinion of the company.”

Independência Shopping recebe feira internacional este mês

 

Até 29 de abril, artesãos de sete países expõem suas peças em Minas Gerais

 

A Feira Internacional Mostra Mundi está pela terceira vez em Juiz de Fora (MG), levando ao estado mineiro diversas novidades e muitas opções de presentes para o Dia das Mães. A feira, que acontece no Independência Shopping até o dia 29 de abril, reúne mais de mil itens como móveis indianos, peças decorativas, acessórios, calçados orientais e tecidos, além de pedrarias, lustres e tapetes. O acesso é gratuito.

Há mais de 10 anos a Mostra Mundi viaja por todo o País, se concentrando na região sudeste, proporcionando aos visitantes a oportunidade de conhecer um imenso universo cultural com tradições de diversos países. A maioria delas é produzida de forma artesanal e comercializada a um preço mais acessível, com opções a partir de R$ 3,00.

A organizadora do evento, Aline Korkmaz, acredita que o objetivo da Mostra Mundi é proporcionar ao público um contato ímpar com peças diferenciadas. “Uma das vantagens de visitar a feira, sem dúvida, é adquirir um artigo personalizado sem o risco da produção industrial em grande escala. É ainda uma oportunidade para o consumidor encontrar uma porção de produtos que talvez nunca encontrasse em uma loja comum. Isso agrega um valor inestimável a cada peça”, conta.

Dentre os participantes da feira estão países como Paquistão, Índia, Dubai, França, Filipinas, Peru e Turquia.

 

SERVIÇO

Data: Até 29 de Abril de 2018
Horário de funcionamento: Todos os dias das 10h às 22h
Local: Independência Shopping (Praça de Eventos | Piso L1)

Avenida Presidente Itamar Franco, 3600 – Juiz de Fora (MG)

Entrada gratuita

EXIBIÇÃO DE CURTAS E PRÉ-ESTREIAS FORAM DESTAQUES NA PROGRAMAÇÃO DO DIA 16/03 DA MOSTRA TIRADENTES | SP

Público presente no CineSesc conferiu um recorte de seis filmes nessa sexta-feira. Curta premiado e olhares sobre São Paulo marcaram a seleção do dia

A sexta-feira, 16/03, da Mostra Tiradentes | SP foi de intensa programação fílmica. O festival, em cartaz no CineSesc (Rua Augusta, 2.075) até o dia 21/03, abriu o fim de semana com seis filmes divididos em três sessões. A seleção do dia apresentou consistente recorte da produção cinematográfica brasileira, reunindo curtas selecionados para a Mostra competitiva da 21ª Mostra de Tiradentes, uma pré-estreia mundial e um longa da Mostra Aurora seguido de debate. A sexta também foi marcada pelo início do Lab | Imersão DocBrasil, ministrado pelo curador Cleber Eduardo.

Abrindo a programação às 17h30, o público conferiu o curta “Estamos Todos Aqui”, de Chico Santos e Rafael Mellim (SP). Primeiro a ser exibido em sua sessão, o filme foi o grande vencedor do Prêmio Canal Brasil de Curtas da última edição da Mostra Tiradentes, realizada em Janeiro. “Iara”, de Érika Santos e Cássio Pereira dos Santos (MG); “Peito Vazio”, de Yuri Lins e Leon Sampaio (PE); e “Outras” de Ana Julia Travia (SP) completaram a seleção da série 1 da Mostra Foco.

Na sequência, às 19h, o CineSesc se agitou com a primeira exibição de “Berço Esplêndido”, de Lucas Acher (SP). Integrando a Mostra Paulista, o filme inédito foi selecionado pelos curadores Cleber Eduardo e Lila Foster especialmente para integrar a itinerância do evento. Com uma narrativa marcada pela ambientação em São Paulo, o longa é representação consistente da (capacidade de) produção dos jovens cineastas do estado.  “O filme foi produzido durantes os dois últimos anos e levantado com financiamento coletivo. Um trabalho duro que ficamos muito felizes de apresentar pela primeiríssima vez na Mostra Tiradentes | SP. Isso porque o filme apresenta a capital paulista a partir da perspectiva de um indivíduo, o que dá um direcionamento muito específico para a cidade. De certa forma esse indivíduo representa uma faceta a margem de São Paulo”, comenta o diretor.

O CineSesc lotou para a última sessão da noite: “Madrigal para um Poeta Vivo”, de Adriana Barbosa e Bruno Mello Castanho (SP). A exibição do filme, que é um dos sete selecionados da Mostra Aurora, foi seguida de um bate-papo com os diretores mediado pelo curador Cleber Eduardo. O documentário com elementos ficcionais emocionou o público com o  escritor paulistano Tico, figura que estrelou manchetes de jornais e revistas com uma história de superação e a curiosa ocupação de coveiro em paralelo ao seu ofício da escrita. No bate-papo, os diretores responderam perguntas, apresentaram um pouco do processo de filmagem e bastidores da produção que é um retrato sensível de um excêntrico personagem da capital paulista.

Na parte da tarde, o Cleber Eduardo abriu as atividades do Lab | Imersão DocBrasil. Ao todo, 11 realizadores de 5 projetos diferentes participam do laboratório sobre produção de longa de documentário. A ação formativa segue até o dia 19 de março, segunda-feira.

Leia mais: EXIBIÇÃO DE CURTAS E PRÉ-ESTREIAS FORAM DESTAQUES NA PROGRAMAÇÃO DO DIA 16/03 DA MOSTRA TIRADENTES...