Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa
 

O prefeito de Belo Horizonte, Alexandre Kalil (PSD), se reuniu com o governador de São Paulo, João Dória (PSDB), nesta segunda-feira (15/12/2020). No encontro, ocorrido na capital paulista, foi firmado acordo que repassa, à prefeitura de BH, vacinas do Instituto Butantan, para imunizar profissionais de saúde contra o coronavírus.


O encontro foi pedido por Kalil para alinhar as questões ligadas à transferência dos imunizantes contra a COVID-19. As doses serão aplicadas em profissionais das rede pública e privada de BH. O prefeito almoçou com Doria no Palácio Bandeirantes. O presidente do Butantan, Dimas Covas, também participou.

 Doria_e_Kalil_parceria_para_BH-contra_covid.jpg
© Governo de São Paulo/Reprodução Encontro ocorreu no Palácio Bandeirantes, em SP.


Histórico

 

No último dia 11, o secretário de Municipal de Saúde de BH, Jackson Machado, afirmou que a cidade está com toda logística montada para a vacinação da COVID-19. "Se a vacina chegar hoje, amanhã já conseguimos vacinar", afirmou ao Estado de Minas.

 

O secretário afirmou que as negociações da prefeitura com o Instituto Butantan e Instituto de Tecnologia em Imunobiológicos da Fundação Oswaldo Cruz (Bio-Manguinhos/Fiocruz) têm como objetivo garantir um plano B e C para a capital mineira, caso o Ministério da Saúde não disponibilize a vacina. O Bio-Manguinhos tem parceria para a produção da vacina Oxford/AstraZeneca.

 

A prefeitura também fez uma parceria com a Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) para armazenar a vacina da Pfizer, que vem sendo aplicada no Reino Unido. Caso ela chegue à capital, poderá ser armazenada em super-freezers da instituição. Isso porque o imunizante precisa ficar a uma temperatura de -70°C. 













MSN


Copyright © 2019 Tribuna de Betim - Notícias. Todos os direitos reservados.
Grupo BEZ Tecnologia e Soluções. Betim - MG - Brasil