Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa

 

Estudo mostra que 53% dos homens visitam o dermatologista regularmente

A pele masculina, tanto do rosto quanto do corpo, tem uma composição distinta da pele feminina e essa diferença deve ser considerada. Com isso, os homens podem usufruir e se beneficiar de um enfoque personalizado no cuidado da pele que irá auxiliá-los a mantê-la saudável e com aparência bem natural.

O hormônio testosterona determina as características masculinas, inclusive da pele, o que estabelece uma estrutura diferente em relação à feminina. Em geral, os homens possuem a pele, tanto do rosto como do corpo, mais espessa e mais oleosa, além de envelhecer de forma diferente. Em média, é aproximadamente 20% mais espessa que a pele feminina e contém mais colágeno, o que dá um aspecto mais firme.

Na pele masculina, a quantidade de colágeno é reduzida ao longo da vida, numa velocidade constante e em pequenas porções. Assim, eles começam a apresentar sinais de envelhecimentos em média após os 50 anos. Já na pele feminina, a concentração da proteína começa a cair em média 1,5% a partir dos 30 anos, o que se torna mais intenso após a menopausa, quando a mulher chega a ter até 75% de colágeno a menos no corpo.

Os sinais de envelhecimento aparecem mais tarde na pele masculina, mas a partir do momento que esses sinais começam a aparecer as mudanças ocorrem rapidamente. Os homens são mais afetados pela perda de massa muscular, firmeza da pele e aparecimento de rugas profundas combinadas com o inchaço dos olhos e olheiras, o que lhes confere uma aparência de cansaço.

Em resposta a esta realidade, o que tem se visto atualmente é um homem muito mais preocupado com sua aparência, por isso as salas das clínicas dermatológicas estão ganhando cada vez mais o público masculino, principalmente no Brasil. É o que mostra o estudo sobre as preferências masculinas na hora de se cuidar, realizado pelo Instituto QualiBest, sob encomenda da Associação Brasileira da Indústria de Higiene Pessoal, Perfumaria e Cosméticos (ABIHPEC). A pesquisa revelou os comportamentos e hábitos de consumo das gerações Z (13 a 20 anos) e X (35 a 45 anos). Foram entrevistados 425 homens, pertencentes às classes A, B e C de todas as regiões do país.

Quase metade dos entrevistados (45%) se considerou muito vaidoso e mais da metade (51%) concorda que além do bem-estar, a boa aparência é um investimento que pode trazer oportunidades pessoais e profissionais.

Tratamentos específicos para a pele também fazem parte da rotina de cuidados de ambas as gerações. Para se ter uma ideia, 53% dos participantes declarou visitas regulares ao dermatologista.

Seguem algumas dicas de especialistas:

  • Limpeza - É muito comum os homens não usarem sabonetes faciais específicos para sua pele, o que pode levar a reações aos componentes químicos ou não dar o resultado ideal. O dermatologista pode identificar o tipo de cada pele e então indicar higienizadores apropriados.
  • Proteção solar - Em um país tropical como o Brasil, é muito importante o uso diário de protetor solar, pois os raios UVA e UVB podem causar além de manchas, queimaduras, envelhecimento e o câncer de pele. Hoje no mercado, há protetores para cada tipo de pele nas versões incolor ou com cor.
  • Estética - Assim como as mulheres, os homens também podem atenuar rugas, linhas de expressão e sulcos. Uma visita a um médico especialista é fundamental para avaliação e escolha das melhores intervenções para cada pessoa. Um dos tratamentos que podem ser indicados são os bioestimuladores de colágeno. O ácido poli- L – láctico, também conhecido como Sculptra®, é um biostimulador de colágeno e é uma opção de tratamento utilizada pelos médicos para melhorar a flacidez e contorno faciais. Estudo mostra que após a utilização de Sculptra houve o aumento de até 433% na expressão de colágeno! (Stein P, Vitavska O, Kind P, Hoppe W, Wieczorek H, Schürer NY. The biological basis for poly-L-lactic acid-induced augmentation. J Dermatol Sci. 2015;78:26-330).

Mas atenção! Somente um médico especialista pode indicar o tratamento mais adequado para cada paciente.

Sobre Sculptra®

O Sculptra® pode ser realizado em consultório médico e consiste na aplicação de uma substância chamada ácido poli–L–láctico, um estimulador da produção natural do colágeno do organismo que melhora a flacidez e o contorno facial. O Sculptra é um bioestimulador de colágeno injetável, composto por ácido poli-L-láctico, uma substância absorvível pelo nosso organismo.

Sculptra® atua de dentro para fora, suavizando os sinais do envelhecimento e melhorando a flacidez. O tratamento consiste em cerca de três sessões, com intervalo médio de 30 dias entre cada uma delas. Os resultados são graduais e começam a surgir a partir da terceira semana após a primeira sessão, sendo principalmente mais visíveis após seis meses. Devido ao exclusivo mecanismo de ação de Sculptra, os resultados são duradouros e podem ser percebidos por até 25 meses.

Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa

 

 

Técnica milenar chinesa relaxa e melhora qualidade de vida, além de auxiliar no emagrecimento, combate à celulite, entre outros fins estéticos

 

Técnica milenar que ajuda no bem-estar físico e mental, a acupuntura, que está ganhando cada vez mais espaço, está adentrando, também no campo da estética. O ramo da tradicional medicina chinesa consiste na introdução de agulhas metálicas em pontos específicos do corpo a fim de tratar diversos males. O procedimento, que busca encontrar o equilíbrio energético do corpo, serve para equilibrar distúrbios hormonais, menstruais, combater a insônia, depressão, ansiedade, síndrome do pânico, melhorar a concentração, memória entre diversas outras coisas.

“A acupuntura é utilizada para melhorar a saúde e a qualidade de vida de forma geral. Entretanto, atualmente ela também pode ajudar a combater problemas estéticos como, gordura localizada, celulite, estrias, rugas, queda de cabelo, olheiras, entre outros. A prática costuma tratar os problemas de dentro para fora, proporcionando resultados mais eficazes e duradouros”, explica Gabriel Bloch, acupunturista e massoterapeuta do salão de beleza Maison Rocha.

O profissional conta que a técnica consiste na utilização de agulhas com eletrodos, algas e ventosas em alguns pontos específicos do corpo, dependendo de cada caso. “Um dos primeiros passos de uma sessão são estímulos elétricos enviados ao corpo através de agulhas conectadas a eletrodos. Esse processo acelera o metabolismo, estimula a circulação sanguínea e, consequentemente, ajuda a combater a flacidez”.

Também são utilizadas no procedimento as Algas Vermelhas. Elas potencializam os efeitos das agulhas, hidratam e dão firmeza e viço à pele, além de auxiliarem no processo de eliminação de manchas. Há, também, uma aplicação de ventosas em áreas demarcadas. Essas ventosas são campânulas que criam um vácuo, gerando uma força de sucção. Seu principal efeito é quebrar as moléculas de gordura e enrijecer os músculos, modelando o corpo. No caso de pessoas que desejam perder medidas, uma drenagem linfática pós a acupuntura ajuda a eliminar todo o líquido corporal em excesso, diminuindo o inchaço.

O profissional lembra que, apesar da realização do procedimento, é importante que a pessoa mantenha uma boa alimentação aliada à atividade física. “Saúde e estética são resultados da harmonia corporal, que engloba um conjunto de fatores”. Gabriel ainda conta que a acupuntura melhora, também, problemas respiratórios, enxaquecas, doenças ortopédicas e otimiza o funcionamento gastrointestinal. Sem dor e contraindicações, o tratamento é indicado para adultos, adolescentes e até crianças. A acupuntura pode ser realizada com ou sem agulhas, através de laser, caneta de calor, adesivos, moxa, entre outros.

Maison Rocha Hautte Coiffeurs
Rua General Andrade Neves, 57 – Gutierrez – Belo Horizonte - MG
(31) 3334-4470
Site: www.maisonrocha.com.br
Facebook: @maisonrochaoficial
Instagram: @maisonrocha

Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa

Técnica milenar chinesa relaxa e melhora qualidade de vida, além de auxiliar no emagrecimento, combate à celulite, entre outros fins estéticos

 

Técnica milenar que ajuda no bem-estar físico e mental, a acupuntura, que está ganhando cada vez mais espaço, está adentrando, também no campo da estética. O ramo da tradicional medicina chinesa consiste na introdução de agulhas metálicas em pontos específicos do corpo a fim de tratar diversos males. O procedimento, que busca encontrar o equilíbrio energético do corpo, serve para equilibrar distúrbios hormonais, menstruais, combater a insônia, depressão, ansiedade, síndrome do pânico, melhorar a concentração, memória entre diversas outras coisas.

“A acupuntura é utilizada para melhorar a saúde e a qualidade de vida de forma geral. Entretanto, atualmente ela também pode ajudar a combater problemas estéticos como, gordura localizada, celulite, estrias, rugas, queda de cabelo, olheiras, entre outros. A prática costuma tratar os problemas de dentro para fora, proporcionando resultados mais eficazes e duradouros”, explica Gabriel Bloch, acupunturista e massoterapeuta do salão de beleza Maison Rocha.

O profissional conta que a técnica consiste na utilização de agulhas com eletrodos, algas e ventosas em alguns pontos específicos do corpo, dependendo de cada caso. “Um dos primeiros passos de uma sessão são estímulos elétricos enviados ao corpo através de agulhas conectadas a eletrodos. Esse processo acelera o metabolismo, estimula a circulação sanguínea e, consequentemente, ajuda a combater a flacidez”.

Também são utilizadas no procedimento as Algas Vermelhas. Elas potencializam os efeitos das agulhas, hidratam e dão firmeza e viço à pele, além de auxiliarem no processo de eliminação de manchas. Há, também, uma aplicação de ventosas em áreas demarcadas. Essas ventosas são campânulas que criam um vácuo, gerando uma força de sucção. Seu principal efeito é quebrar as moléculas de gordura e enrijecer os músculos, modelando o corpo. No caso de pessoas que desejam perder medidas, uma drenagem linfática pós a acupuntura ajuda a eliminar todo o líquido corporal em excesso, diminuindo o inchaço.

O profissional lembra que, apesar da realização do procedimento, é importante que a pessoa mantenha uma boa alimentação aliada à atividade física. “Saúde e estética são resultados da harmonia corporal, que engloba um conjunto de fatores”. Gabriel ainda conta que a acupuntura melhora, também, problemas respiratórios, enxaquecas, doenças ortopédicas e otimiza o funcionamento gastrointestinal. Sem dor e contraindicações, o tratamento é indicado para adultos, adolescentes e até crianças. A acupuntura pode ser realizada com ou sem agulhas, através de laser, caneta de calor, adesivos, moxa, entre outros.

Maison Rocha Hautte Coiffeurs
Rua General Andrade Neves, 57 – Gutierrez – Belo Horizonte - MG
(31) 3334-4470
Site: www.maisonrocha.com.br
Facebook: @maisonrochaoficial
Instagram: @maisonrocha

Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa

 

 

Fraturas dentárias, cáries extensas e doenças periodontais são alguns dos fatores que levam à extração dentes.

 

Chegar ao consultório do dentista e receber a notícia de que será preciso extrair um dente é algo desesperador para algumas pessoas. Entretanto, há alguns casos onde realmente é indicada a extração. “Fraturas dentárias e cáries que atingem coroa ou raiz do dente, doenças periodontais, trauma oclusal e infecção de canal com destruição óssea são alguns exemplos de problemas graves que podem levar à perda dental”, afirma Dr. Paulo Coelho Andrade, mestre e especialista em implantodontia e odontologia estética.

As situações onde um dente realmente não pode ser salvo envolvem casos onde o problema pode prejudicar a arcada e a saúde bucal de forma geral. O dentista conta que a extração se torna irreversível quando o periodonto – conjunto de tecidos que sustentam os dentes – fica incapaz, mecanicamente, de mantê-los estáveis, apresentando uma mobilidade severa, principalmente, durante a mastigação. Outros casos mais brandos que levam à remoção são as necessidades ortodônticas ou dentes supranumerários que, como o próprio nome diz, são dentes a mais na boca.

O pós-operatório da extração, como qualquer outro, requer alguns cuidados para que não haja complicações. Não fazer bochechos, evitar alimentos quentes, a prática de esportes e exposição ao sol são as recomendações. Pelo menos durante os três primeiros dias é interessante manter repouso pelo maior tempo possível, comer alimentos líquidos ou pastosos e mornos/frios e se hidratar bastante.

Após removidos os dentes, é necessário substituir os espaços vazios por dentes artificiais, uma vez que uma mastigação deficiente compromete a qualidade de vida das pessoas. “Como a intenção é manter a saúde bucal e nivelar a arcada dentária, a técnica de implante é uma ótima opção para harmonizar tanto o sorriso, quanto a funcionalidade dos dentes da boca. As próteses sobre implantes são capazes de reabilitar um, alguns ou todos os dentes da boca. Os implantes evitam a reabsorção óssea e consequente modificação facial, além de não alterar a fonética”, conclui o dentista.

Fazer visitar regulares ao dentista – de 6 em 6 meses – e realizar os cuidados bucais diários (escovação e fio dental, pelo menos após as principais refeições) são essenciais para manter a saúde bucal em dia. Alguns problemas são silenciosos e somente são detectados quando já estão em estágio avançado/grave, momento onde a única solução é a extração.

Serviço

Clínica Dr. Paulo Coelho Andrade

Av. Bandeirantes, 466 – Mangabeiras

Belo Horizonte - MG

(31) 3227-7076

Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa

Pesquisador conseguiu alterar até 2 graus de miopia e de hipermetropia em olhos de porcos; estudo está em fase experimental

 

Uma equipe de oftalmologistas do Centro Médico Shaare Zedek e do Instituto de Nanotecnologia e Materiais Avançados da Universidade Bar-Ilan, em Israel, desenvolveu um colírio capaz de reparar a córneas e melhorar problemas de visão de curta e longa distância.

A substância foi testada em 10 porcos e ainda está em fase experimental. O colírio utiliza nanopartículas hipereflectivas encapsuladas de 0,58 nanômetros de diâmetro que são colocadas sobre as camadas mais superficiais da córnea, conseguindo modificar seu estado refracional (seu grau). Um nanômetro corresponde a 1 milionésimo de milímetro. 

O oftalmologista David Smadja, que lidera a equipe da pesquisa, conseguiu mudar até 2 graus de miopia e de hipermetropia nos olhos de porcos. “O interessante é que ele não notou mudança na curvatura da córnea dos olhos de porco, modo como fazemos hoje com o laser. Olhos míopes tem sua curvatura aplanada e olhos hipermétropes, ao contrário, tem elevada”, explica o oftalmologista Paulo Dantas, especialista em córnea e membro do Conselho de Oftalmologia Brasileiro (COB).