No último final de semana, 8 e 9 de dezembro, o Campeonato Mineiro de BMX 2018 desembarcou em Betim. A competição chegou à 6ª etapa, após passar por Manhuaçu, Varginha, Patos de Minas, Curvelo e Sete Lagoas. A etapa final foi na Pista Internacional Aquileu Franco do Amaral, no bairro Bueno Franco. A entrada gratuita e a estimativa de ter reunido 500 pessoas.

 

Foram seis categorias - Aro Girls, Aro Boys, Elite Master, MTBCross, Junior Men e Elite Men - que foram definidas pelo ano de nascimento e sexo dos atletas e tamanho do aro da bicicleta. Os treinos foram realizados no sábado, das 14h30 às 18h30. No domingo, a abertura foi às 10h15, seguida do início da competição.

 

Cerca de 50 mil pessoas serão beneficiadas

 

A Prefeitura de Betim, por meio da Empresa de Construções, Obras, Serviços, Projetos, Transportes e Trânsito de Betim (ECOS), dará início a mais uma importante obra para a cidade: o Sistema de Esgotamento Sanitário do Citrolândia. Na terça-feira, 13, a presidente da ECOS Marinésia Makatsuru assinou a ordem de serviço para   início dos trabalhos. A obra, orçada em cerca de R$8 milhões, contemplará a construção de interceptores de esgoto, duas elevatórias e uma Estação de Tratamento de Esgoto (ETE). Os recursos fazem parte do programa PPI -Intervenções em Favelas, do Ministério das Cidades. 

Prefeitura alega que governo do estado deve cerca de R$ 120 milhões aos cofres do município.

O prefeito de Betim, na Região Metropolitana de Belo Horizonte, Vittorio Medioli (Podemos), decretou nesta sexta-feira (9) situação de emergência financeira. De acordo com ele, o governo do estado deve ao município cerca de R$ 120 milhões.

O decreto passa a valer neste sábado (10) e tem validade de 180 dias. De acordo com nota divulgada pela prefeitura, “cerca de R$ 30 milhões são do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS); R$ 36 milhões de Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb), além dos R$ 16 milhões, somados aos R$ 39 milhões em atraso desde 2017, que deveriam ter sido repassados para serem aplicados no Sistema Único de Saúde (SUS)”.


Prefeito de Betim, Vittorio Medioli — Foto: Kássio Freitas/TV Globo

O prefeito irá fazer cortes de horas extras em setores não essenciais e redução nos gastos públicos. As medidas a serem tomadas serão divulgadas na próxima semana. Ainda segundo a prefeitura, serviços essenciais, como saúde, educação e segurança pública serão preservados.

Segundo a Associação Mineira de Municípios (AMM), mais de 300 prefeituras já ingressaram com ações judiciais contra o Estado de Minas Gerais para recebimento dos repasses atrasados do ICMS, IPVA e do Fundeb. Até o momento, 17 municípios conseguiram decisões favoráveis.


De acordo com o governo, Minas Gerais enfrenta uma grave crise financeira. Em agosto o governador Fernando Pimentel (PT) anunciou que havia sancionado a lei da securitização. Ela permite que o estado antecipe o recebimento de dívidas de pessoas físicas e jurídicas com o governo, por meio de transferência dos créditos para a empresas e fundos de investimentos regulamentados pela Comissão de Valores Mobiliários (CVM) do estado.

A intenção do governo era garantir recursos para aliviar a situação financeira e tentar regularizar pagamentos em atraso. A previsão era que mais de R$ 1,5 bilhão estivessem disponíveis.



G1

Evento presta orientação profissional

No dia 22 de novembro, a unidade do Senac em Betim (Av. das Américas, 244, Centro) realiza o Senac Pro - Feira de Profissões. O evento é promovido em parceria com o Rede de Carreiras, portal do Senac que disponibiliza gratuitamente vagas de emprego e currículos de profissionais. Na programação estão oficinas, workshops, palestras e mesa redonda para o debate de temas atuais do mercado de trabalho. Todas essas atividades são abertas ao público e gratuitas. 

Abrindo o evento, Renata Barcellos, diretora do Senac em Betim ministra a palestra “Profissional Técnico em Administração no mercado e sua atuação nas empresas”. Essa palestra será realizada em dois horários, às 09h30 e às 14h. Já às 11h e às 17h serão realizadas Oficinas de simulações de entrevistas com a professora Claudia Heloísa Moura. A programação conta ainda com o Talk Show “Mercado de Trabalho: Você está preparado?”, apresentado a partir das 15h30.

A Prefeitura de Betim, por meio da Empresa de Construções, Obras, Serviços, Projetos, Transportes e Trânsito de Betim (ECOS), dará início, em breve, às obras de revitalização da avenida Tapajós, na regional Imbiruçu. No último dia 22, foi iniciada a primeira etapa do processo de licitação para a contratação da empresa que ficará responsável pela execução dos trabalhos. A expectativa é que a ordem de serviço seja assinada até fevereiro do próximo ano.

Orçada em R$ 1,449 milhão, a obra terá 4 km de extensão e contemplará o trecho da avenida Tapajós que vai da avenida Juiz Marco Túlio Isaac até a rotatória da avenida São Caetano. Estão previstos serviços de asfaltamento, criação de sarjetas, baias laterais de estacionamento, parada de ônibus, sinalização horizontal e vertical.



Foto: Divulgação ECOS/PMB   

 

De acordo com a presidente da ECOS Marinésia Makatsuru, esta é uma grande conquista para o município. “Essa é uma obra que a população vem solicitando há anos. A avenida Tapajós é uma importante via e possui um fluxo intenso de veículos, sua pavimentação é antiga e já estava muito desgastada. Nossas equipes estão empenhadas para que o processo licitatório seja realizado sem morosidade e, em breve, iniciaremos os trabalhos em campo”, disse.

Para o gerente da regional Imbiruçu José Dutra, a notícia não poderia ser melhor. “O governo está empenhado em buscar cada vez mais melhorias para a nossa cidade. Essa obra é aguardada ansiosamente pelos moradores, que sofrem com a situação da via. A revitalização trará mais segurança aos motoristas e pedestres”, relatou.  

 

Fotos em anexo. Crédito: Divulgação ECOS/PMB